Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação esse cenário vem melhorando cada vez mais. A Pronex está buscando cada vez mais seu crescimento e modernização para que esse cenário seja cada vez mais possível e que as vendas continuem com crescimento.

Manutenções de equipamentos, quando fazer?

Os equipamentos industriais são fundamentais para o funcionamento de qualquer processo, sendo assim sua manutenção deve ser levada com muita atenção pelas empresas. Sem as manutenções os processos podem acabar parando e isso prejudica a produção dos produtos gerando um grande atraso das mercadorias.

    Como evitar todo esse caos?

Realizando manutenções periodicamente, a questão é que muitas pessoas não sabem ao certo quando realizar e como ela deve ser feita. Vamos focar hoje nas manutenções de Bombas. As Bombas além de serem versáteis também são usadas em diversas indústrias, como químicas, farmacêuticas, cosméticos, de alimentos e entre outras. Ou seja, o funcionamento delas deve ser levado com primordialidade nas indústrias.

As manutenções de Bombas podem e devem ser feitas de 3 formas, a primeira é a manutenção preventiva, que deve acontecer antes de qualquer problema realmente aparecer, feita através de avaliações, ajustes e identificações. A segunda é a manutenção preditiva que é capaz de analisar mais a fundo o comportamento dos equipamentos, prevendo algum vazamento ou problema maior, a terceira é a manutenção corretiva quando os problemas já foram identificados e é necessário atuar na solução.

A maneira mais correta é fazer somente a manutenção preventiva, mas caso o problema do seu equipamento se perpetue o mais indicado é realizar a manutenção que pode ser feita aqui mesmo na Pronex, temos um corpo técnico capaz de solucionar e identificar o problema exato de seu equipamento.

Entre em contato: 114114-9633

A solução para o grande descarte de Bombas de Engrenagem!

A Bomba de Engrenagem Convencional é utilizada principalmente para os processos de Sistemas de Lubrificação, Queimadores, Caldeiras, Máquinas, Equipamentos Hidráulicos e Sistemas de Transferência em geral. Além de ser muito versátil no quesito viscosidade, pois ela se adapta facilmente com fluidos de baixa, média e alta viscosidade.
A Bomba de Engrenagem da Pronex (EngreNex), é muito utilizada no mercado mas todos sabem que ela possui também suas limitações, por exemplo, seu grande ruído que pode ser prejudicial para os colaboradores e seu descarte é muito mais rápido, porque quando suas engrenagens se desgastam ela precisa ser inteira substituída, gerando um enorme descarte no meio ambiente.
Assim nós da Pronex, vimos como oportunidade solucionar esse problemas com uma nova Bomba de Engrenagem a EngreNex+, e quais seriam suas grandes vantagens?

  1.   4 LUVAS garantindo a durabilidade mecânica
  2. Maior vida útil das engrenagens
  3. Manuseio sem tirar a bomba do processo industrial
  4. Silenciosa
  5. Vedações em: Gaxeta, Selo Mecânico e Retentor com rolamento
  6. Maior vida útil da bomba
  7. Menos descarte de bombas, o descarte é apenas das buxas
  8. Maior vazão e maior pressão
  9. Buxas em bronze substituíveis
  10. Feita em: Ferro Fundido, Inox e Bronze (para produtos abrasivos)

 

Além de todas essas vantagens você estará diminuindo consideravelmente o descarte de equipamentos inutilizados no processo. A Bomba de Engrenagem (EngreNex+) da Pronex veio para mudar o mundo das Engrenagens e principalmente veio com uma inovação no mercado de Bombas!

 

Adquira já a sua, nossos engenheiros estão prontos para entender seu processo, ligue e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe do perigo da não utilização da válvula de alívio?

Qualquer bomba de deslocamento positiva, pode sofrer com o aumento da pressão que pode ser ocasionada por uma falha no processo, ou fechamento da linha, onde a bomba continua trabalhando e assim o resultado pode ser muito prejudicial. A válvula de alívio ou válvula de segurança é responsável por não deixar esse tipo de situação acontecer.
Ela consegue identificar se em algum momento o fluido está com a pressão maior do que a pressão projetada, assim a válvula entra em funcionamento e o fluído recircula até a pressão se estabilizar, quando a pressão volta a se estabelecer a válvula segue normalmente e o fluido consegue ir de forma segura e tranquila até o local desejado.

 

E agora vem uma pergunta importante, qual válvula de alívio é a melhor para adquirir?
A válvula de alívio da Pronex!

 

Nossa válvula possui um design sanitário e foi projetada exclusivamente para evitar qualquer tipo de risco, o seu aço inoxidável garante a qualidade e proteção para indústrias de laticínios, alimentos, bebidas, farmacêuticos e químicos. Além disso a válvula pode incorporar uma alça projetada para abrir parcialmente a válvula. Quando o manípulo é mantido na posição aberta durante o processo CIP, os produtos de limpeza podem passar pela válvula.

 

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

Conhece a Bomba Centrífuga Magnética da Pronex?

Nossas Bombas Magnex, são diferenciadas a qualidade inconfundível dos nossos equipamentos também estão presentes em nossa MagNex, ela é utilizada na transferência de fluidos químicos altamente agressivos, ela pode ser fabricada em Polipropileno e PVDF além disso sua grande vantagem é seu funcionamento sem selo mecânico o que possibilita uma segurança operacional, sobretudo quando há bombeamento de produtos químicos perigosos, e como ela funciona sem o selo mecânico?
Internamente ela possui um ímã montado no eixo, acionado ele é suportado pelo conjunto de buchas e assim é perfeitamente fechado por uma concha de contenção. Além disso, com acionamento magnético, o seu funcionamento se baseia em usar um campo magnético criando a rotação do propulsor (ou outro dispositivo encarregado de transferir ou deslocar o fluido).
Uma Bomba centrífuga é uma Bomba de acionamento magnético, isso indica que o fluido é succionado pelo sistema e sai em um ponto diferente. Assim que o fluido entra na bomba, ele é lançado para fora do impulsor e em seguida para uma câmara de descarga. Com isso, a rotação do impulsor acaba fazendo com que o líquido aumente sua energia, aumentando desse modo a quantidade de pressão na qual o líquido é descarregado da bomba. Esse aumento de pressão é o que mantém o fluido em movimento.

 

Qual a história da Bomba Centrífuga?

As Bombas Centrífugas acabaram sendo idealizadas muito antes dos motores elétricos, e eram usados na época a qual o vento que fazia a roda d’água girar o rotor. De acordo Ladislao Reti, um famoso engenheiro químico italiano que estudou muito sobre as tecnologias industriais, a primeira bomba centrífuga foi mencionada por volta de 1475, em escritos e registros do engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini.
Porém as bombas centrífugas como conhecemos hoje demoraram para aparecer, temos registros do fim do século XVII, quando Denis Papin foi responsável por ser o inventor do ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. A real fabricação desse tipo de equipamento só começou a se desenvolver no início do século XIX, nos Estados Unidos. A dinâmica das palhetas do rotor foram adicionadas pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. Esse equipamento se popularizou na Europa e nos EUA no último quarto do século XIX, quando diversos fabricantes passaram a produzir.

Você utiliza Bombas Centrífugas em seu processo? Ou, gostaria de saber se esse equipamento se aplica em seu processo industrial?
Entre em contato com os Engenheiros da Pronex, estamos prontos para atendê-lo, dimensionando os equipamentos da melhor forma!
Telefone: 114114-9633

Como evitar cavitação da bomba?

Muitos problemas podem infelizmente acabar acontecendo no meio de um processo industrial, com as bombas algo que muitos enfrentam e não sabem é o fenômeno físico de cavitação. Você sabe como acontece a cavitação? Em condições de baixa pressão e alta temperatura, esse fenômeno pode facilmente acontecer, por isso é importante ficar sempre atento aos ruídos a qual sua bomba pode estar fazendo além de vibrações que podem ser anormais.

Quando a cavitação acontece, são formadas pequenas bolhas de ar e com a força do rotor elas são conduzidas junto ao fluido indo a zona de alta pressão, onde causam pequenas implosões e são elas que geram jatos de grande velocidade. O problema maior é que são muitos jatos liberados ao mesmo tempo e com o tempo isso pode danificar consideravelmente o rotor da bomba.

    COMO EVITAR A CAVITAÇÃO?

Para evitar a cavitação o fundamental é uma boa estruturação no projeto de engenharia, evitando as condições as quais a cavitação pode aparecer. Na Pronex, nossos engenheiros especializados estão sempre disponíveis para atender nossos clientes, assim problemas desse tipo podem ser totalmente evitados. Além disso, deve ser bem estudado os limites operacionais das bombas, ou seja, o diagrama de fases deve estar bem claro para entendermos qual combinação de pressão e vazão o líquido pode virar vapor.

A Pronex, acredita que o acompanhamento contínuo dos equipamentos acabam evitando problemas maiores no futuro, a cavitação pode e deve ser evitada, com engenheiros especializados da Pronex, realizando visitas técnicas pensando sempre no setor a qual sua indústria atua e acompanhando de perto seu processo industrial.

 

Tem alguma dúvida técnica?
Precisa de um orçamento para bombas?
Ligue: 114114-9633
ou mande um e-mail para: comercial@pronex.com.br

Você conhece a nossa linha MixBlend?

Nossa linha de Misturadores e Agitadores MixBlend, estão prontos para atender suas demandas. Pensamos em uma linha de equipamentos única, com a mais alta qualidade do mercado aliada a tecnologia e inovação. Nossos agitadores de tanque para IBC, resolvem um grande problema dos produtos estocados por longo tempo ou que tenham facilidade de separação de fase. Pode ser utilizado para um pré-preparo de soluções como tintas, vernizes, suspensão de sólidos, óleos, xaropes, sorbitol, aditivos, entre outros. Além disso é facilmente adaptável, consegue ser utilizado na estrutura metálica do container de IBC, tranquilamente.
Temos também nossos agitadores portáteis que podem facilmente se adaptarem para diversos tanques, nossos  agitadores são acionados por motor direto e vertical com grampo. Eles podem ser usados ​​em processos de mistura, dissolução, dispersão e manutenção sempre que for necessária uma agitação potente e de alta velocidade nas indústrias de processamento de alimentos, cosméticos, farmacêutica ou química.
Outra opção que pode ser muito viável para sua indústria é o agitador lateral, eles foram projetados para a melhor eficiência de processo e consumo energético. Esses agitadores são empregados nos mais diversos setores como Indústrias Químicas em geral, Indústrias alimentícias, siderúrgica, mineração, meio ambiente e farmacêutica. Selecionamos a forma e o material do rotor, dependendo do tamanho do tanque agitado, da natureza dos componentes agitados, da velocidade de homogeneização e do resultado necessário.

Nossos engenheiros estão prontos para atendê-lo a qualquer momento!
Quer fazer uma cotação? Entre em contato: 114114-9633

A história da Bomba Centrífuga

As Bombas Centrífugas como conhecemos hoje, não foram criadas da noite para o dia, elas foram pensadas e desenvolvidas ao longo de muitos anos, até se tornarem o que conhecemos hoje. Elas foram pensadas muito antes dos motores elétricos, isso porque o rotor poderia girar através do vento ou da roda d’água.
 

    De acordo com Ladislao Reti, engenheiro químico italiano e historiador da tecnologia e da ciência que viveu no Brasil, por volta de 1475 um tratado escrito pelo engenheiro italiano Francesco di Giorgio Martini, apresentou a caracterizada como primeira bomba centrífuga para elevação da lama.
 

    Porém as Bombas Centrífugas como conhecemos hoje só foram desenvolvidas no fim do século XVII, quando Denis Papin construiu um ventilador centrífugo de pás retas conhecido como fole de Hesse. E a partir disso no século XIX se iniciou a fabricação e o uso de bombas centrífugas, nos Estados Unidos. 
 

    Vale ressaltar que a dinâmica de palhetas do rotor foi introduzida pelo inventor John Appold em 1851 na Inglaterra. As Bombas Centrífugas começaram a obter um grande reconhecimento na Europa e depois nos EUA, no último quarto do século XIX estas passaram a ser produzidas por diversos fabricantes.
 

    Falando um pouco mais sobre as bombas centrífugas, elas são uma subclasse de turbomáquinas de absorção. As bombas centrífugas são utilizadas para o transporte de fluidos através da conversão de energia cinética de rotação para a energia hidrodinâmica do fluxo de fluido. A energia rotacional normalmente vem de um motor elétrico. Os usos mais comuns, incluem, a sucção de água, esgoto, mineração, petróleo e bombeamento na petroquímica. Alguns ventiladores centrífugos são comumente usados em aspiradores de pó. A função inversa da bomba centrífuga é uma turbina de água. A conversão de energia no equipamento se dá pela transformação da energia potencial de pressão da água em energia mecânica de rotação.

 

 

FUNCIONAMENTO
O funcionamento da bomba centrífuga não é tão complexo, mas pede uma análise criteriosa para ser realmente entendido e abraçada pelos operadores que trabalham com as máquinas de impressão flexográfica.
No caso, uma bomba desse tipo funciona transferindo energia cinética para um fluido em questão, o que o transforma em uma energia para movimentar um sistema ou para pressionar um bocal de descarga.
Ela é acionada normalmente através de um eixo rotativo, sendo que a rotação do rotor faz com que a bomba transfere a energia que tem para o fluido que está sendo trabalhado, tudo isso através das palhetas presentes no rotor.
Esse fluido entra então no olho do rotor, que é uma cavidade menor e interna e escoa na direção de canais que estão entre as palhetas do rotor. A partir daí o fluido faz com que o rotor fique mais rápido!
Normalmente para recuperar a energia que não é utilizada nas partes rotativas se usa uma carcaça chamada voluta, que termina em um bocal. Uma série de palhetas estáticas servem para recuperar toda essa energia e são conhecidas como difusor.
Quem transfere a energia da bomba centrífuga para o fluído é o diâmetro do rotor, tanto na rotação do acionamento como ainda do projeto do rotor em questão.
No caso da descarga ter uma energia superior à fornecida pelo fluido a tendência é que o líquido não seja escoado, mas sim que acabe sendo pressurizado dentro do sistema.
É importante que se diga que para funcionar uma bomba centrífuga precisa ser selecionada de forma que seja corretamente aplicada, porque do contrário não é garantido o seu funcionamento apenas através da instalação hidráulica.

Biofarmacêutico

De inalantes a xaropes para tosse, injetáveis ​​a cremes, a Pronex do Brasil tem a solução para atender aos requisitos ultra higiênicos das indústrias farmacêutica e biofarmacêutica. Somos bem conhecidos na indústria farmacêutica e nossos produtos são adaptados para atender aos altos requisitos farmacêuticos de limpeza, a partir de materiais aprovados pela FDA e rastreabilidade total do material com certificação profissional.

Bombas com certificação ultra higiênicas estão disponíveis e a maioria de nossas bombas são certificadas. Como padrão com todos os componentes de contato do produto em aço inoxidável 316L. Assim, garantir que a nossa bomba atenda aos mais altos níveis de desempenho higiênico para todas as suas atividades onde as condições sanitárias máximas são de suma importância.

Resistente a Químicos

Nossas bombas são fabricadas em aço inoxidável sólido soldado ou não soldado, para ajudar a impedir a formação de camada de óxido durante o manuseio da Bomba. Sabendo o quão exigente é a água para o fluido de injeção no aço da bomba, projetamos e construímos nossas bombas para ser adequada aos químicos.

Limpeza

Nós oferecemos bombas CIP para permitir uma limpeza mais rápida sem a necessidade de desmontar completamente a bomba para manutenção, diminuindo bastante o tempo de inatividade da bomba, permitindo melhor eficiência operacional e economia de custos.

Baixo cisalhamento

O manuseio e a apresentação de produtos acabados são extremamente importantes em muitos processos. A ação de baixo cisalhamento e o excelente manuseio de sólidos de nossas bombas garantem a qualidade do produto.

Auto drenagem

As capacidades de auto drenagem de todas as nossas bombas garantem que toda última gota de produto possa ser colhida e que todos os líquidos de limpeza e águas de enxágue possam ser drenados.

Você conhece nossos sistema CIP?

A higiene é um fator muito importante para todos os processos industriais, é para que ela se mantenha sempre o ideal é desenvolver um sistema CIP, mas afinal o que é esse sistema? Basicamente ele se baseia em um sistema com equipamentos que higienizam todo o seu processo, principalmente tanques e tubulações. Nas indústrias de alimentos esse sistema é ainda mais importante, eles tiram qualquer microorganismo que pode ser prejudicial para nossa saúde.

O método CIP foi pensado para a limpeza de forma automática das máquinas de envase e equipamentos de processamento, sem precisar de montagem e desmontagem das peças. O sistema trabalha circulando e re-circulando automaticamente detergentes e soluções de enxágue até a limpeza total e sanitização em circuito fechado. Esse sistema inteligente faz com que as operações sejam mais rápidas e eficientes, gerando um alto índice de desempenho, reduzindo falhas humanas e garantindo o nível de segurança da produção e dos alimentos.


VANTAGENS DO SISTEMA CIP:

-Segurança para os operadores, eles não precisam mais entrar nos tanques para limpá-los e não precisam usar produtos de limpeza muito fortes.

-Diminui os impactos naturais, além de claro os custos de operação, pois com o sistema CIP, você reduz os produtos desperdiçados.

-Diminui o uso elevado de químicos para limpeza, como detergentes, assegurando segurança na produção alimentar.

-Identifica soluções de forma automática, tendo precisão sobre os químicos utilizados.

 

Quer saber mais sobre o Sistema CIP? Fale com nossos consultores técnicos! 

História sobre a bomba de diafragma

A plena produção das primeiras bombas de transferência começaram dois anos mais tarde, muito mais robustas e aumentando a qualidade em operação e assim segurança em processo em diversos segmentos das indústrias, mudando radicalmente a forma de bombeamento nas empresas da época, pois naquele momento o padrão de bombeamento eram bombas de deslocamento positivo, onde as bombas pneumáticas mantiveram o grau de satisfação da época pois não necessitavam utilizar motores elétricos ou inversores de frequência.

As Bombas pneumáticas (Double Diaphragm Pumps.) trouxeram ao mercado internacional uma nova experiência em bombeamento e transferência de produtos das mais diversas naturezas. Bombas pneumáticas de diafragma realizam a transferência de produtos, corrosivos, inflamáveis, químicos, combustíveis, viscosos, sensíveis ao cisalhamento, dentre outras aplicações no segmento da indústria

As bombas pneumáticas PRONEX apresentam um extenso leque de produtos em sua linha, atendendo todos os segmentos do mercado brasileiro, inclusive as mais variadas áreas, farmacêutica, cosmética, alimentícia entre outras com certificações (3A FDA, EHEDG ETC…) 

A PRONEX DO BRASIL, é uma empresa voltada para soluções em transferência e movimentação de fluidos, sempre inovando no mercado brasileiro com bombas de alto rendimento, economia, custo x benefício aos nossos clientes. Com peças de reposição, manutenção das principais bombas de duplo diafragma no segmento possuímos um grande estoque de peças de reposição para as bombas VERSA – MATIC®WILDEN®WARREN RUPP®GRACO® e INGERSOLL-RAND ARO® e SANDPIPER®,

Vendas de Equipamentos Industriais aumentam.


A Pronex, vem crescendo exponencialmente em vendas e percebemos isso com o aumento do mercado como um todo. De acordo com a Abimaq, no ano de 2021 os fabricantes de máquinas e equipamentos para indústrias em todo o Brasil, tiveram uma alta no primeiro bimestre de 27,4%, quando comparado com o ano passado. O setor está muito mais saudável e tranquilo para investimentos, algo muito importante de se destacar visto que no ano passado algumas áreas específicas passaram por dificuldades advindas da pandemia, que desencadeou em um choque para diversas organizações.
A expectativa para esse último semestre de 2021 é um crescimento de 13,5%, e para investidores estima-se 7 bilhões de reais, uma alta comparado com 5,1 bilhões que foram registrados em 2020. Além disso, com relação às exportações em fevereiro, foram 8,5% maiores. Ainda mais agora com a aceleração da vacinação